Transexuais são contratadas como aeromoças pela primeira vez na Tailândia

Nathatai Sukkaset, de 26 anos, Dissanai Chitpraphachin, de 24, Chayathisa Nakmai, de 24, e Phuntakarn Sringern, de 24, estão entre as contratadas

Bangcoc, 28 jan (EFE).- A nova companhia aérea tailandesa de baixo custo PC Air se tornou a primeira do país a contratar transexuais para exercer a função de aeromoças, classificando-os como "terceiro sexo" para as autoridades de imigração.

Após dezenas de aspirantes apresentarem-se nesta semana para as entrevistas, três foram contratados e serão treinados por mulheres antes de iniciarem suas atividades, informou o diário local "The Nation".

Entre as novas aeromoças está Thanyarat Jiraphatpakorn, que em 2007 foi eleita "Miss Tiffany" no concurso internacional de beleza para transexuais que é realizado todos os anos na localidade litorânea de Pattaya, ao sul de Bangcoc.

A Tailândia tem a reputação de ser tolerante em relação aos transexuais, que por sua vez denunciam que continuam a sofrer perseguições.

Um filme que denuncia esta discriminação foi recentemente proibido pela censura sob o argumento de ter conteúdo pornográfico.

 
Encontre-nos no Google+