Assembleia de Nova York aprova casamento homossexual

Lei ainda depende de aprovação do Senado para entrar em vigor.
Proposta do governador recebeu 80 votos a favor e 63 contra.


A assembleia (câmara baixa) do Estado de Nova York aprovou na noite de quarta-feira (15) um projeto de lei que autoriza o casamento entre pessoas do mesmo sexo, que depende agora de uma votação no Senado, que pode acontecer na sexta-feira.

A assembleia, de ampla maioria democrata, aprovou por 80 votos a favor e 63 contra a Marriage Equality Act (Lei de Igualdade de Matrimônio) apresentada pelo governador de Nova York, Andrew Cuomo.
A miss Nova York, Claire Buffie, participou nesta segunda-feira (9) de uma manifestação em frente ao Capitólio da cidade de Albany, no interior de Nova York, reivindicando a legalização do casamento gay no estado. Claire tem uma irmã que é lésbica (Foto: AP)A miss Nova York, Claire Buffie, participa de manifestação em frente ao Capitólio da cidade de Albany, no interior de Nova York, reivindicando a legalização do casamento gay no estado no início do mês (Foto: AP)
Este projeto de lei permite a todos os casais unirem-se legalmente em Nova York, suprimindo a atual barreira enfrentada por casais de mesmo sexo, reconhecendo assim suas relações, protegendo suas famílias e obtendo benefícios essenciais, segundo o texto oficial.

Depois do voto da assembleia, a aprovação do casamento no estado de Nova York fica dependente agora do Senado, de maioria republicana (32 contra 26 democratas e 4 independentes democratas) e que, em dezembro de 2009, rejeitou um projeto de lei similar.

 
Encontre-nos no Google+