Adam Levine diz que irmão gay o ajudou entender as mulheres

Por Neto Lucon

Adam Levine raspa o cabelo em ensaio (Foto: Getty Images)Adam Levine raspa o cabelo em ensaio
(Foto: Getty Images)
Vocalista da banda Maroon 5, Adam Levine declarou à revista Details que a convivência com irmão gay, Michael, e a presença de duas mulheres em sua casa o ajudou a lidar melhor em seus relacionamentos amorosos. O resultado deu certo: hoje, ele até tenta se livrar da fama de mulherengo.

"Uma das minhas teorias de como eu entendo tanto as mulheres é que, depois da separação dos meus pais, minha mãe se mudou com minha tia, também solteira. Então, eu vivia em uma casa com duas mulheres, além da minha prima e meu irmão, Michael, que descobriu eventualmente que era gay", argumentou.

Jurado do programa The Voice, adam afirmou que o reality show tem feito bem para a sua imagem. "Eu sinto que as pessoas só me conheciam como o cantor que namorou garotas lindas, um pouco galinha. Talvez o motivo de eu ser mulherengo e querer dormir com todas elas é porque eu amo muito as mulheres".

Disposto a mostrar o outro lado, ele avisa que procura desde então um "equilíbrio em sua vida". "Quando o The Voice surgiu, pensei: 'As pessoas saberão que eu tenho cérebro'", declarou o artista que terminou recentemente o namoro com a modelo Anne Vyalitsyna.
 
Encontre-nos no Google+