Polícia apura se homofobia motivou espancamento de grupo na Paraíba

Grupo de cinco jovens prestou queixa na delegacia de Cajazeiras, no Sertão.
Um adolescente de 16 anos desmaiou e teve de ser socorrido.


Do Gay1 Brasil
Polícia apura se homofobia motivou espancamento de grupo na Paraíba
Um grupo de amigos espancados durante uma festa na cidade de São José de Piranhas, no Sertão paraibano, prestou queixa contra supostos homofóbicos na noite desta segunda-feira (28) na delegacia de Polícia Civil de Cajazeiras, cidade localizada na mesma região. Segundo a polícia, os cinco jovens participavam de um carnaval fora de época no domingo (27), quando foram agredidos por um grupo de homens.

De acordo com a polícia, as vítimas alegaram que o motivo da agressão seria homofobia, já que todas as pessoas se declararam homossexuais. Entre as vítimas, um adolescente de 16 anos, dois amigos dele de 19 e 20 anos, e duas jovens de 18 e 22 anos.

Ainda de acordo com o relato das vítimas, elas estariam em um dos camarotes do evento quando foram abordadas por três homens desconhecidos. Os agressores teriam insultado os jovens e depois começaram a espancá-los. Um deles, o adolescente de 16 anos, chegou a desmaiar por conta das agressões e teve de ser socorrido para o hospital público da cidade.

A Polícia Civil informou que está procurando identificar e localizar os agressores. Um agente de investigação de Cajazeiras foi até a cidade de São José de Piranhas nesta terça para colher depoimentos de testemunhas.

 
Encontre-nos no Google+