DF: Parque da Cidade terá marcha pela reabertura do Bar Barulho

Manifestação acontecerá no 1º de Julho ás 10 horas.
Estabelecimento foi fechado na noite do dia 24 de maio.


Do Gay1 DF
Dakota Cochrane lutador TUF (Foto: Divulgação)Em 2007, grupos LGBT também organizaram uma marcha pela abertura do Bar Barulho, que na época ficou fechado por mais de 4 meses (Foto: Reprodução/Fórum LGBT/DF)
Na noite do dia 24/05, a Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), fechou o Bar Barulho em uma operação para combater o alto índice de consumo e tráfico de drogas no Parque da Cidade. Batizada de "Operação Clarear", a ação, que teve início as 21h30, contou com a participação de 250 policiais e 40 viaturas.

Edvaldo Silva, disse que eram tantas viaturas da polícia que parecia algo cinematográfico. “Nossa, até helicóptero tinha. Fizeram averiguação à procura de drogas. Não acharam nada. E tudo começou com uns policiais à paisana que estavam bebendo no bar pouco antes.”

A assessoria de imprensa da Agefis alegou não fazer nenhum tipo de perseguição a segmentos de pessoas e que age sempre com critérios técnicos. A regra é clara ao determinar que estabelecimentos sem alvará ou licença devam ser fechados. Lembrando que outros estabelecimentos no Parque também não tem alvará ou licença e permanecem abertos.

Com isso, a sociedade civil organizada e grupos pelos direitos LGBT do DF realizarão no dia 1º de Julho uma serie de atividades. Batizada de "#OcupaParqueDF", a manifestação começa às 10 horas ao lado do bar Barulho com os projetos Pinknique, GayMada e exposição fotográfica com uma roda de conversa das “Mães pela Igualdade”. Mas tarde haverá filme e debate “Milk – A voz da Igualdade” com outras atividades. Depois manifestantes marcharão em direção a administração do Parque da Cidade.

 
Encontre-nos no Google+