Grupos já se reúnem na av. Paulista para a Parada LGBT de SP

Do Gay1 SP
Concentração na avenida Paulista para a 16ª edição da Parada LGBT começou na manhã deste domingo (Foto: Nelson Antoine)Concentração na avenida Paulista para a 16ª edição da Parada LGBT começou na manhã deste domingo
(Foto: Nelson Antoine)
A concentração na avenida Paulista, em frente ao Masp (Museu de Arte de São Paulo), para a 16ª edição da Parada do Orgulho LGBT começou na manhã deste domingo. A via foi interditada às 10h e os 14 trios elétricos que irão desfilar já estão no local, de acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

A organização do evento prevê que o número de pessoas chegue aos das últimas edições. Em 2011, a Parada levou 4 milhões de pessoas para o evento, segundo os organizadores.

Neste ano, a Parada LGBT terá como tema "Homofobia tem Cura: Educação e Criminalização". O evento vai pedir a aprovação do projeto de lei 122/06, há seis anos tramitando no Senado, que criminaliza a homofobia. Também querem a aplicação do projeto Escola Sem Homofobia, voltado a professores da rede pública.

A Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo, organizadora do evento, apresentará quatro trios elétricos, dentro os 14, na avenida Paulista. Dois deles irão abrir e fechar a Parada.

O primeiro trio representará o tema do ano, combatendo a homofobia. A Parada será fechada com o carro que pede paz e em defesa ao casamento entre pessoas no mesmo sexo. O trio das lésbicas deve ser o 5º a entrar na avenida; e o da Diversidade, o 7º.

Para garantir a segurança da Parada policiais militares e civis à paisana atuarão no evento. Ao todo estarão presente 1.500 policiais militares (alguns à paisana), 600 guardas e policias civis.

Para ajudar no monitoramento, cerca de 20 câmeras fixas espalhadas pela região onde a Parada acontece serão alvo de monitoramento policial. Alguns PMs também estarão com câmeras móveis, que transmitirão imagens para a central de monitoramento da PM.

 
Encontre-nos no Google+