Igreja da Inglaterra é acusada de intolerante com casamento igualitário

Agencia EFE
Nick Herbert mantém uma união civil com Jason Eades (Foto: Reprodução)Nick Herbert (foto) mantém uma união civil com
Jason Eades (Foto: Reprodução)
Um secretário de Estado britânico gay acusou os líderes da Igreja da Inglaterra de 'intolerantes' com relação a sua postura sobre os planos do Governo de legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Em entrevista publicada neste sábado pelo jornal britânico 'The Times', o político tory Nick Herbert pede à Igreja da Inglaterra para ser 'mais cuidadosa' com a linguagem que usa quando se refere à proposta apresentada em março pelo Governo do conservador David Cameron para legalizar os casamentos igualitários no Reino Unido antes de 2015.

O Executivo britânico apresentou um plano, que estabelece um período de consulta de três meses antes de se iniciar o trâmite parlamentar, com o qual pretende tornar possível que as pessoas do mesmo sexo também possam se casar no civil.

Herbert, que mantém uma união civil - figura jurídica que dá praticamente os mesmos direitos que o casamento - com Jason Eades, disse a 'The Times' que está 'farto' de as pessoas lhe dizerem que 'deveria se conformar com a união civil'.

'Considero-me cristão e jamais em minha vida me senti mais distanciado da Igreja que agora', assinalou o político conservador.

Na sua opinião, alguns líderes cristãos fizeram afirmações sobre este tema que soaram 'intolerantes'.

 
Encontre-nos no Google+