Organizador diz ser impossível só 270 mil pessoas na Parada LGBT em SP

Organizados também criticou políticos e comerciantes por falta de apoio.

Com Jornal Folha de São Paulo
Avenida Paulista (centro de SP) recebe público da Parada, neste ano o tema é 'Homofobia tem cura: educação e criminalização!' (Foto: Gabo Morales/Folhapress)Avenida Paulista (centro de SP) recebe público da Parada, neste ano o tema é 'Homofobia tem cura: educação e criminalização!' (Foto: Gabo Morales/Folhapress)
O presidente da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo, Fernando Quaresma, se surpreendeu com o resultado do Datafolha, que apontou 270 mil pessoas no evento realizado ontem (10). Os organizadores tinham anunciado ao final da Parada o número de 4 milhões.

Quaresma afirmou que 270 mil foi o número recebido nos eventos ocorridos em 2002 e 2003, mas que ontem "é impossível" ter atingido esse total de participantes. Segundo ele, o evento deste ano, que lotou a avenida Paulista e a rua da Consolação, foi um dos melhores já realizados.

O organizados também criticou políticos e comerciantes por falta de apoio para a realização do evento. Ele afirmou que os políticos precisam ver os integrantes da comunidade LGBT como cidadãos, não como consumidores.

 
Encontre-nos no Google+