Bill Gates e sócio da Microsoft doam US$ 100 mil para grupo que apoia casamento igualitário

DA REDAÇÃO
Bill Gates e Steve Ballmer apoiam o casamento gay nos Estados Unidos (Foto: Anthony P. Bolante/Reuters)Bill Gates e Steve Ballmer apoiam o casamento gay nos Estados Unidos (Foto: Anthony P. Bolante/Reuters)
Bill Gates e Steve Ballmer (atual CEO da Microsoft) declararam nesta quarta-feira (3) que doaram US$ 100 mil para o Washington United for Marriage, grupo que defende o casamento entre pessoas do mesmo sexo no estado de Washington (Estados Unidos) no referendo que acontece no mês de novembro deste ano.

A Microsoft é uma das empresas que defende abertamente o casamento igualitário. Além da Microsoft, o Facebook já havia doado US$ 10 mil para a campanha e inclusive colocado a opção de casamento entre pessoas do mesmo sexo na rede social. De acordo com a agência Associated Press, outras empresas também apoiam essa causa como a Nike, Google, Amazon e Starbucks.

O cheque chegou às mãos da Washington United for Marriage na última terça-feira (2). Zach Silk, que é presente da entidade que defende o casamento igualitário no estado americano, afirmou que o cheque fará grande diferença na campanha. Até o momento, a entidade havia arrecadado US$ 1,9 milhão desde o início da campanha no mês de junho.

A Preserve Marriage Washington, que é contra o casamento de pessoas do mesmo sexo, conseguiu recolher 130 mil dólares para a campanha até o momento. De acordo com a comissão de divulgação do referendo, os valores deverão aumentar muito (para os dois lados).

Desde o início do ano, o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legal em Washington. O referendo de novembro decidirá se a lei será revogada ou mantida no local.
 
Encontre-nos no Google+