Desfile de barcos colore canais de Amsterdã durante a Parada LGBT

Público acompanhou a manifestação mesmo debaixo de forte chuva.
Barcos desfilaram pelos canais da cidade neste sábado (04).


AFP
Barcos desfilam no início da Parada do Orgulho LGBT em Amsterdã (Foto: Paul Vreeker/Reuters)Barcos desfilam no início da Parada do Orgulho LGBT em Amsterdã (Foto: Paul Vreeker/Reuters)
Homens usando shorts de couro ou pinturas corporais e drag queens com modelos extravagantes tomaram neste sábado as ruas de Amsterdã para celebrar o Desfile do Orgulho LGBT pelo 17° ano consecutivo.

Nem a chuva forte desanimou o público do evento, que reuniu milhares de pessoas sem registro de incidentes, segundo a polícia.

No desfile havia representantes de outros países, como a Turquia e a Rússia, representada pela ativista dos direitos LGBT Polina Savchenko, de São Petersburgo, que exibia um cartaz com a inscrição "Discriminação: Amsterdã acabou com ela".

Turcos dançam em um barco durante a Parada do Canal, no Prinsengracht, em Amsterdã. (Foto: Margriet Faber/AP)Turcos dançam em um barco durante a Parada do Canal, no Prinsengracht, em Amsterdã (Foto: Margriet Faber/AP)
No mês passado, a polícia de São Petersburgo resolveu processar 73 pessoas por violação da nova legislação anti-LGBT imposta na cidade há quatro meses.

Segundo as autoridades, entre 300.000 e 500.000 pessoas participaram de todas as edições da parada LGBT na capital holandesa.

A Holanda conta com cerca de um milhão de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais e, em 2001, foi o primeiro país do mundo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

A parada do orgulho LGBT terminou debaixo de forte chuva (Foto: Paul Vreeker/Reuters)A parada do orgulho LGBT terminou debaixo de forte chuva (Foto: Paul Vreeker/Reuters)
 
Encontre-nos no Google+