Homens celebram casamento civil homoafetivo na Zona Leste de São Paulo

Segundo advogado do casal, trata-se da primeira união do tipo na capital.
Juntos há dez anos, eles transformaram união estável em casamento.


Do Gay1 SP
Os noivos Gledson (direita) e Mário celebram sua união em cartório no bairro de Itaquera, eles estavam juntos há dez anos (Foto: Gustavo Magnusson/AE)Os noivos Gledson (direita) e Mário celebram sua união em cartório no bairro de Itaquera, eles estavam juntos há dez anos (Foto: Gustavo Magnusson/AE)
Um cartório da Zona Leste de São Paulo realizou na manhã deste sábado (18) um casamento entre dois homens. O técnico de enfermagem Gledson Perrone Cordeiro, de 32 anos, e o vendedor Mário Domingos Grego, de 46 anos celebraram sua união civil no cartório de Itaquera, às 12h.

De acordo com o advogado do casal, Horácio Neto, trata-se do primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo da capital em que os interessados não precisam acionar a Justiça para transformar uma união estável em casamento. Segundo o advogado, um acórdão do Tribunal de Justiça de São Paulo referente a um caso de Bauru que citou um julgamento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi usado como jurisprudência para que o casamento fosse aceito.

Mário e Gledson estão juntos há dez anos e já viviam em união estável desde 2010. O casamento seguiu os mesmos trâmites de uma união entre heterossexuais. Foi levada toda a documentação necessária ao cartório e depois foram publicados os proclames.

Para Mário Grego, o casamento foi não apenas uma realização pessoal, mas também uma "conquista coletiva para gays e lésbicas", disse.

 
Encontre-nos no Google+