Corpo de travesti é encontrado enterrado em Campina Grande, na PB

Travesti estava desaparecida há sete dias e corpo estava perto de cemitério.
Polícia acredita que vítima tenha sido assassinada antes de ser enterrada.

Corpo de travesti é encontrado enterrado em Campina Grande, na PB
Do Gay1 Brasil

O corpo de uma travesti de 28 anos de idade foi encontrado na noite da quarta-feira (29) na cidade de Campina Grande, no Agreste da Paraíba. De acordo com a Central de Operações da Polícia Militar (Copom), o corpo tinha sido enterrado em um terreno por trás do cemitério público do bairro do Araxá.

Segundo a família, a jovem estava desaparecida há sete dias e foram os moradores da comunidade que encontraram o corpo no local. Populares informaram à polícia que se tratava de uma travesti e que tinha envolvimento com drogas. A família informou ainda que a vítima já havia sido alvo de tentativas de homicídios.

A Polícia Civil informou que se tratava de um assassinato, mas não precisou como teria sido. A Delegacia de Homicídios está investigando o caso e acredita que tenha relação com dívidas por compra de drogas. O corpo foi encaminhado para o Núcleo de Medicina Legal (Numol), onde serão realizados exames para detectar se a vítima foi vítima de tiros ou de outras formas de violência.

De acordo com um levantamento do Grupo Gay da Bahia (GGB), entre janeiro e junho deste ano, 165 LGBTs foram mortos no Brasil. Em São Paulo 19 pessoas foram mortas e na Paraíba, segunda no ranking da homofobia, 15 LGBTs foram assassinados. De acordo com o estudo, a Paraíba é o estado mais violento do País, proporcionalmente.

 
Encontre-nos no Google+