Jovem que tentou invadir Planalto 'para se casar com Dilma' é uma mulher

Hospital confirmou a informação e disse que Edimeire foi transferida para a psiquiatria.

* Com informações de Cláudia Gonçalves, da TV Record Brasília
Quando tentou invadir o Planalto, Edimeire se apresentou como 'esposo de Dilma' (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)Quando tentou invadir o Planalto, Edimeire se apresentou como 'esposo de Dilma' (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)
O Hospital Regional da Asa Norte confirmou que a pessoa que tentou invadir o Palácio do Planalto nesta terça-feira (11) "para se casar com Dilma" na verdade é uma mulher. Edimeire Celestino da Silva, de 29 anos, foi atendida na Emergência da unidade e transferida para a Psiquiatria do Hospital de Base do DF.

Quando tentou invadir o Planalto, Edimeire se apresentou como "esposo de Dilma". “Eu quero sequestrar a Dilma porque ela é meu coração!” foi a frase dita por ela quando foi abordada pela segurança da Presidência da República. Edimeire disse que queria se casar com a presidente Dilma Rousseff.

Após ser contida, ela criticou a segurança da Presidência por não tê-la matado ao tentar subir a rampa do Palácio do Planalto.

Edimeire foi impedida por um soldado do Batalhão da Guarda Presidencial, que precisou atirar duas vezes contra o chão, usando balas de borracha. Agentes da segurança tiveram de deter a invasora à força para que ela deixasse a rampa.

 
Encontre-nos no Google+