Bruno Chateaubriand processa restaurante após cena homofóbica

Do Gay1 Entretenimento

Bruno Chateaubriand abre processo contra restaurante Néctar, alegando omissão (Foto: Divulgação)Bruno Chateaubriand abre processo contra restaurante Néctar, alegando omissão (Foto: Divulgação)
Segundo a colunista Lu Lacerda, do site iG, o jornalista Bruno Chateaubriand, que foi vítima de uma cena homofóbica na Rua Farme de Amoedo, em Ipanema, no último dia 6, quando jantava com amigos, abriu processo contra o Néctar, restaurante onde aconteceu a cena. Segundo Bruno, a gerência não tomou nenhuma atitude. Depois de encontro com Carlos Tufvesson, Coordenador Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, assim foi decidido.

O assunto está nas mãos do advogado Carlos Alexandre Neves Lima, especialista em casos como esse. “Tem que correr o processo. com testemunhas, se for necessário. Ao fim, pode culminar desde uma advertência, uma multa ou até o fechamento do estabelecimento, tudo depende das partes envolvidas”, diz Carlos Alexandre. Chateaubriand alega que houve omissão do estabelecimento, o que vai contra a Lei 2.475, que proíbe a conduta discriminatória motivada por homofobia. Uma definição do caso deve demorar, no mínimo, três ou quatro meses.
 
Encontre-nos no Google+