Declarações de Romney contra casais do mesmo sexo vão parar no YouTube

Republicano teria dificultado registro de filhos de casais do mesmo sexo quando era governador.

Do Gay1, com Agências Internacionais
Declarações de Romney contra casais do mesmo sexo vão parar no YouTube
A poucos dias das eleições americanas, um outro vídeo causa constrangimentos à campanha do candidato republicano, Mitt Romney. Desta vez, o jornalista do “The Boston Globe” Murray Waas publicou no Youtube uma gravação de 2005 em que Romney se diz contrário à ideia de que casais do mesmo sexo tenham filhos. O vídeo complementa uma reportagem publicada pelo jornalista na última quinta-feira. No texto, Waas acusa Romney de ter impedido a reformulação das certidões de nascimento do estado de Massachusetts e até mesmo negado o registro dos nomes dos pais nas certidões de filhos de casais de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais quando era governador.

"Hoje, pessoas do mesmo sexo estão se casando, de acordo com a lei, em Massachusetts. Alguns gays estão até mesmo tendo filhos. Nos foi solicitada a remoção das palavras “mãe” e “pai” para a inclusão de “genitor A” e “genitor B”. Isto não está certo no papel. Isto não está nada certo. Toda criança tem o direito de ter uma mãe e um pai' afirmou Romney em uma reunião com eleitores na Carolina do Sul, em 2005.

Waas garante ter tido acesso a documentos em que o então governador de Massachusetts, Mitt Romney, se negava a autorizar a mudança pedida pelo escritório de Registro de Dados Vitais e Estatísticas para a inclusão dos nomes de ambos os pais no registro dos filhos de casais do mesmo sexo. O governador teria determinado que as certidões de nascimento continuariam a ter as palavras “pai” e “mãe”, e os funcionários dos hospitais só poderiam alterá-las após a avaliação de advogados do governo. A alteração viria em forma de uma rasura, com caneta, e a inclusão, em letra de mão, da expressão “segundo genitor”.

O jornalista afirma ainda que muitos bebês tiveram o seu prazo de registro expirado devido à demora com que essas decisões eram tomadas, e uma criança teve o registro do nome de seus pais negado por eles não serem casados oficialmente. A prática teria ocorrido durante todo o mandato de Romney, entre 2003 e 2007, e teria ignorado o alerta de um advogado do Departamento de Saúde Pública, que acusou o governo de colocar os filhos de casais do mesmo sexo sob um sistema injusto. A rasura de certidões de nascimento poderia causar transtornos para as crianças no futuro, como ao se matricular em uma escola ou ao emitir documentos.

A campanha de Romney e o governo de Massachusetts não quiseram comentar o caso. A reformulação das certidões de nascimento em Massachusetts só aconteceu no governo seguinte, do democrata Deval Patrick. O casamento igualitário é um dos pontos de discordância entre Romney e Obama. O republicano é radicalmente contra, enquanto o democrata é a favor.

Um outro vídeo já causou constrangimento ao candidato. Numa reunião com financiadores de campanha, Romney diz não se importar com 47% mais pobres da população.

 
Encontre-nos no Google+