Grupo anti-LGBT, One Million Moms, critica nova série de Jennifer Lopez

Do Gay1 Entretenimento

The Fosters acompanha o cotidiano do casal de lésbicas Lena (Sherri Saum) e Stef (Teri Polo) (Foto: Divulgação)The Fosters acompanha o cotidiano do casal de lésbicas Lena (Sherri Saum) e Stef (Teri Polo) (Foto: Divulgação)
Não faz nem um mês que a ABC Family anunciou a compra da nova série de Jennifer Lopez, The Fosters. Mas não precisou muito tempo para que as matriarcas do grupo One Million Moms – organização que se propõe a lutar pelos valores da família na sociedade moderna – se posicionasse contra a nova série.

The Fosters acompanha o cotidiano do casal de lésbicas Lena (Sherri Saum) e Stef (Teri Polo), que tenta criar um filho biológico em meio a outros adotivos. É quando Lena adota Callie (Maia Mitchell) – uma adolescente problemática – que a vida da família multi-étnica vira de cabeça para baixo.

No comunicado publicado em seu próprio site, o grupo anti-LGBT começou declarando “A ABC perdeu a cabeça, obviamente”. Depois, ainda disse que o canal tem inúmeros programas que vão contra a família, mas não citou nome de nenhum, e declarou que a emissora ainda pretendia “engrossar essa lista”. Em seguida, se posicionou contra The Fosters explicitamente:

“Enquanto a adoção é uma coisa maravilhosa e a Bíblia ensina que devemos cuidar dos órfãos, o programa tenta redifinir os padrões familiares, já que as crianças são criadas por duas mães. O One Million Moms não sabe de que forma eles irão explicar como o filho biológico foi concebido. Esse conteúdo é inaceitável para uma atração familiar”.

A organização também encorajou o público a tentar impedir que o projeto – ainda na fase da produção do piloto – se concretize. “Lopez é a produtora executiva e o elenco já foi anunciado. Ainda está no estágio do piloto e não virou série de TV”, e finalizaram pedindo para que todos lutem contra a série enquanto ainda há tempo.

Essa não é a primeira vez que o One MIllion Moms faz alarde em relação a uma série de TV baseada apenas na sinopse divulgada. Em julho de 2012, as “mães de família” também criticaram fortemente The New Normal, programa da NBC que estreou há pouco na televisão americana. Na história, um casal gay tenta ter um filho através de uma barriga de aluguel. O grupo pediu boicote ao seriado e a NBC acabou divulgando o piloto antes da data prevista. A série, no entanto, acabou bem recebido pelo público.
 
Encontre-nos no Google+