Haddad diz que Serra mentiu duas vezes sobre 'kit anti-homofobia'

Do Gay1 SP, com Folha de S.Paulo
Fernando Haddad participa de carreata em Jaçanã, zona sul, neste domingo (14) (Foto: Apu Gomes/Folhapress)Fernando Haddad participa de carreata em Jaçanã, zona sul, neste domingo (14) (Foto: Apu Gomes/Folhapress)
O candidato do PT a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, disse nesta segunda-feira (15) que o adversário José Serra (PSDB) "mentiu pela segunda vez" para atingi-lo com a polêmica do "kit anti-homofobia".

O petista acusou o tucano de omitir o fato de o Estado ter distribuído uma cartilha anti-homofobia a professores em 2009, durante sua gestão como governador. O fato foi noticiado pelo site da Folha.

"Ele havia dito que não havia nenhum material neste sentido. Aí ele se desmente no dia seguinte. É muita desinformação para confundir a opinião pública", disse Haddad, em caminhada no centro. "É a segunda vez que ele mente sobre o mesmo assunto."

O candidato do PT também acusou Serra de mentir ao responsabilizá-lo pelo kit, que teve a distribuição vetada pela presidente Dilma Rousseff após forte reação de igrejas evangélicas.

"É mentira dizer que eu e a presidente Dilma não tomamos uma decisão de comum acordo", afirmou.

 
Encontre-nos no Google+