Madri é eleita sede do festival mundial do Orgulho LGBT World Pride em 2017

Madri é eleita sede do festival mundial do orgulho gay World Pride em 2017
Da EFE

A capital da Espanha foi escolhida neste domingo sede do World Pride, o festival mundial do Orgulho LGBT de 2017, na 30ª Assembleia Anual da InterPride, a Associação Mundial de Organizadores de Orgulho, realizada em Boston (EUA).

A candidatura de Madri foi defendida pelo representante da Secretaria de Turismo da Prefeitura de Madri, Miguel Sanz, e membros da Associação de Empresários e Profissionais para Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transexuais de Madri (AEGAL).

Madri foi escolhida por unanimidade pelas mais de 80 delegações procedentes dos cinco continentes que compõem este organismo mundial, informou a AEGAL.

As cidades de Berlim e Sydney também concorriam a sede do evento, mas não superaram as fases prévias à eleição.

Roma, Jerusalém e Londres estão entre as cidades que já receberam o World Pride. Em 2014 o evento acontece em Toronto, cidade que passará a testemunha Madri e em 2019 será Nova York devido a que se completarão 50 anos do início do movimento LGBT na cidade.

Madri já foi sede em 2007 do Euro Pride e, dez anos depois, organizará o Orgulho Mundial.

'O Orgulho de Madri contribuiu para mudar nossa cidade, inclusive nosso país, transformando-o em um lugar cheio de liberdade, realização, respeito e igualdade de direitos', indicou em comunicado Juan Carlos Alonso, membro de AEGAL.

'Sabemos que os olhos da comunidade LGBT internacional estarão sobre nossa cidade e não vamos decepcionar porque estamos totalmente preparados para organizar o maior World Pride da história', afirmou.

A capital espanhola contava ainda com o apoio do Coletivo LGBT de Madri (Cogam) e da Federação Estatal LGBT (FELGTB), assim como do governo da cidade de Madri e de diversas entidades públicas e privadas.

 
Encontre-nos no Google+