Neta de Lampião processa autor de livro que sustenta que o Rei do Cangaço era gay

Do Gay1 Brasil
Capa do livro (Foto: Divulgação)Capa do livro (Foto: Divulgação)
O juiz aposentado Pedro de Morais, autor do livro censurado "Lampião, o Mata Sete", está sendo processado pela família do cangaceiro Virgulino Ferreira.

A neta de Lampião, Vera Ferreira, quer uma indenização de R$ 2 milhões por danos morais e por Pedro ter vendido os livros na II Bienal de Salvador, em 6 de novembro de 2011.

Pedro também afirma que Maria Bonita era adúltera e Expedita não era filha de Virgulino.

O autor disse que vendeu os livros no dia 25 de novembro do ano passado, antes da decisão da Justiça.

Ele vai apresentar a defesa na próxima segunda-feira, na 13ª Vara Cível Aracaju.

 
Encontre-nos no Google+