‘Terapia de conversão’ para adolescentes LGBTs é banida na Califórnia, nos EUA

Governador do estado americano diz que método não tem ‘base científica’.

Do Gay1 Mundo
Passeata pede igualdade de direitos LGBT, em Santiago, no Chile, no último sábado (Foto: Claudio Santana/AFP)Passeata pede igualdade de direitos LGBT, em Santiago, no Chile, no último sábado
(Foto: Claudio Santana/AFP)
O governador do estado americano da Califórnia, Jerry Brown, aprovou, neste fim de semana, uma lei que proíbe terapias que visam transformar adolescentes lésbicas, gays, bissexuais e transexuais em heterossexuais.

Segundo o site da rede “BBC”, quando a lei entrar em vigor, no dia 1º de janeiro de 2013, a Califórnia se tornará o primeiro estado a declarar ilegal a prática para menores de 18 anos. O projeto de lei foi apoiado por grupos que defendem a saúde mental. Ativistas LGBTs dizem que “terapias de conversão” podem aumentar o risco de depressão ou suicídio.

Aconselhamento e orações costumam ser utilizadas para ajudar alguns cristãos a lidar com impulsos da sexualidade.

Em um comunicado, o governador Jerry Brown declarou que os esforços empreendidos para a mudança de orientação sexual “não têm base científica, e, agora, serão relegados à lixeira do charlatanismo”.

Ainda segundo a emissora de TV, a Human Rights Campaign, organização que luta pela igualdade de direitos LGBTs, disse: “Somos gratos ao governador Brown por ficar ao lado das crianças da Califórnia. A juventude LGBT será, agora, protegida contra uma prática que não somente foi desmascarada como uma ciência falsa, mas que também, como já foi provado, gera efeitos negativos no bem-estar dela”.

Grupos conservadores, por outro lado, declararam que a proibição da terapia restringe o direito dos pais de cuidar dos filhos que estão passando por uma confusão com relação à orientação sexual.

 
Encontre-nos no Google+