Um ano após assumir ser gay, jogador de futebol não consegue emprego

Do Gay1 Esporte
David Testo está sem clube desde que admitiu ser gay e vira professor de ioga (Foto: Getty Images)David Testo está sem clube desde que admitiu ser gay e vira professor de ioga (Foto: Getty Images)
Um ano depois de ter assumido ser gay, David Testo é vitima por ter falado a verdade. Aos 31 anos, o jogador, que atuava no Montreal Impact quando deu a polêmica entrevista, não consegue mais espaço no futebol.

Em entrevista ao jornal espanhol “Marca”, Testo revelou que sabia das consequências de sua atitude, mas disse que já não conseguia mais viver uma “mentira”.

“Quando eu admiti, sabia que não jogaria mais, mas tinha consciência de que não conseguia mais continuar jogando desta maneira. Sabia que se ia continuar atuando, deveria assumir e as pessoas precisavam saber”, disse.

Agora, fora do mercado do futebol por preconceito, o ex-jogador investe na carreira de professor de ioga, sua outra paixão.

Apesar de saber que dificilmente conseguirá voltar ao mundo do futebol, Testo lamenta que outros companheiros gays não tenham sua coragem. “Esses garotos existem e é frustrante que não admitam”, completou o atleta.

David Testo assumiu ser gay em entrevista à rádio "CBC-Radio-Canadá". Na época, o jogador falou sobre a dificuldade de carregar um segredo e nunca poder ser ele mesmo.

Joey Saputo, presidente do clube canadense na época, também se manifestou na ocasião e disse que os dirigentes da equipe sabiam da orientação do jogador desde 2007.

 
Encontre-nos no Google+