Goleiro do United diz que no futebol não há tolerância com homossexuais

Anders Lindegaard faz manifesto em blog e pede um herói gay no esporte.

Do Gay1 Esportes
Anders Lindegaard protesta contra a falta de  tolerância com homossexuais (Foto: Getty Images)Anders Lindegaard protesta contra a falta de tolerância com homossexuais (Foto: Getty Images)
O goleiro Anders Lindegaard, do Manchester United, abriu uma polêmica na Inglaterra ao dizer que o futebol precisa de um herói gay. Com sete aparições com a camisa da equipe na temporada, o jogador dinamarquês fez um manifesto num blog, lamentando a falta de tolerância com homossexuais no meio.

"A homossexualidade no futebol é um tabu. A atmosfera em campo e nas arquibancadas é difícil. Muitas vezes é expressado um estereótipo clássico no qual um verdadeiro homem deve ser corajoso, forte e agressivo. E não é a imagem que um torcedor associa a um gay" publicou Lindegaard.

Para Lindegaard, líder da Premier League com o Manchester United, o problema não é exatamente com os companheiros de profissão. Essa falta de tolerância é mais por parte dos torcedores.

"Como jogador, acho que em primeiro lugar um atleta homossexual tem medo da recepção que poderia receber dos torcedores. Minha impressão é que os jogadores não teriam um problema em aceitar um homossexual."

Heterossexual, o goleiro do Manchester United ainda revelou que teve uma conversa com sua namorada, Misse Beqiri, antes de colocar o polêmico post no ar. Por fim, ele fez uma crítica geral ao futebol.

"Enquanto o resto do mundo tem sido mais liberal, civilizado e menos preconceituoso, o mundo do futebol continua preso ao passado quando se trata de tolerância."

 
Encontre-nos no Google+