Casal de rapazes reage a assalto e mata ladrões a facadas em SP

Criminosos invadiram imóvel em Praia Grande, mas foram surpreendidos.
Um dos rapazes resolveu ajudar o namorado e matou os suspeitos.


Por Mariane Rossi
Prédio onde aconteceu a tentativa de assalto fica localizado em Praia Grande (Foto: Mariane Rossi)Prédio onde aconteceu a tentativa de assalto fica localizado em Praia Grande (Foto: Mariane Rossi)
O homem que esfaqueou até a morte dois assaltantes durante uma tentativa de assalto no próprio apartamento, na manhã deste sábado (12), em Praia Grande, no litoral de São Paulo, atacou os agressores para defender o namorado e evitar o assalto. Depois do susto, o casal, que mora há três meses na região, decidiu que vai se mudar.

Após prestarem depoimento na delegacia, as duas vítimas falaram sobre o caso. O rapaz que esfaqueou os assaltantes, Vinicius Aparecido Gomes, de 21 anos, conta que estava com o namorado, o cabeleireiro Maicon Rogério Geansanti, de 26 anos, junto com outras três pessoas e uma criança. Segundo ele, os assaltantes se passaram por vizinhos para entrar. "Ele chegou dizendo que sabia que tinha dinheiro na casa. A gente realmente retirou R$ 4 mil do banco, mas não estava conosco. Deixamos o dinheiro na casa de uma amiga", conta.

Os criminosos anunciaram o assalto e agrediram os moradores. Vinicius foi até a cozinha, pegou uma faca e foi na direção dos assaltantes. Ele diz que não pensou duas vezes em reagir à ação e esfaqueou os criminosos. “Já tentaram me assaltar várias vezes, mas nunca conseguiram. Se a pessoa vai me roubar, eu sempre vou reagir. Ataquei um deles e ele logo caiu na sala. Eles ficaram pedindo ajuda e eu fui atrás do outro, que caiu no corredor do prédio", lembra.

Após o duplo homicídio, Vinicius saiu do prédio pedindo ajuda. “Fiquei traumatizado”, disse ele. A faca utilizada no crime foi encontrada em um terreno ao lado do prédio. A Polícia Militar chegou no local e isolou a área. A perícia técnica também analisou o prédio, os corpos e recolheu a faca para análise.

Faca foi utilizada por uma das vítimas para matar assaltantes (Foto: Mariane Rossi)Faca foi utilizada por uma das vítimas para matar assaltantes (Foto: Mariane Rossi)
Vinicius, que ficou com um corte na mão, e Maicon, foram encaminhados a Delegacia Sede de Praia Grande. O casal conta que moravam em Londrina, no Paraná e que estava há cerca de três meses no litoral porque Maicon tem um salão de cabeleireiro em Praia Grande. Depois do ocorrido, eles não querem voltar a morar no prédio e tem outros planos. “Eu não volto mais para lá. Praia Grande nunca mais”, promete Maicon.

Segundo o delegado Bruno Lázaro, responsável pelo caso, a polícia trabalha inicialmente com a hipótese de um roubo que combinou com legítima defesa. Mesmo assim, isso não quer dizer que outras hipóteses serão descartadas.

O delegado também disse que o vizinho que estava presente no momento do assalto pode estar envolvido no crime. “Vão ser feitas diligências por parte da investigação tentando identificá-lo e localizá-lo. Segundo o depoimento da própria vítima, ele teria visto uma das testemunhas manuseando uma quantia em dinheiro e teria informado os dois autores, já que quando ingressaram na casa das vítimas, se passaram por irmão justo desse vizinho, que está desaparecido”, explica Lázaro.

Já a atitude de Vinicius, que esfaqueou a dupla de assaltantes, ainda será analisada. “Vai ser passado pelo crivo do Poder Judiciário e pelo Ministério Público. Entendendo que haja alguma irregularidade quanto à legítima defesa, será postulada uma prisão temporária ou uma prisão preventiva”, explica o delegado.

 
Encontre-nos no Google+