Fora do BBB13, Aslan diz que não existem outros gays na casa: ‘Não desconfio de ninguém’

Por Ana Carolina de Souza
Aslan foi eliminado com 79% dos votos no paredão da noite de terça-feira (Foto: Reprodução/TV Globo)Aslan foi eliminado com 79% dos votos no paredão da noite de terça-feira (Foto: Reprodução/TV Globo)
Terceiro eliminado do “Big Brother Brasil 13”, TV Globo, Aslan agora quer aproveitar usar a fama conquistada no programa para abrir portas como artista plástico.

"Acredito que vá ajudar, sim" afirma ele, logo após deixar o confinamento, em sua primeira entrevista como ex-BBB.

O pernambucano, que levou 79% dos votos na noite de terça-feira, garante que não ficou chateado com a saída precoce:

"O público escolheu. Essa escolha às vezes a gente acha que pode ser incerta, como numa eleição. Mas no que diz respeito ao 'Big Brother' é válida" diz.

Sobre seu adversário no paredão, Marcello, Aslan diz:

"Eu estava lá levantando uma bandeira tão bonita, de igualdade e fraternidade, mas diante de uma pessoa tão bonita quanto o Marcello... Ele é um cara tão gente boa, que passa uma energia tão boa... Eu sou muito performático, minhas ações acabam sendo mais elaboradas. Mostram cores, sentidos... Enquanto o Marcello é uma pessoa muito bacana, que trabalha o corpo de uma forma que as pessoas podem pensar de forma equivocada sobre ele, achar que ele é só músculo. Mas não é! Tem músculo, sim, mas também tem coração."

O artista plástico também faz elogios à Andressa "Se eu fosse fazer um desenho dela faria um coração". E Eliéser "Ele é uma pessoa muito boa, mas como jogaor está um pouco atrapalhado".

Já se o papo é se existe LGBTs na casa... "Eu não desconfio de ninguém. Mas também não fico desconfiando. Eu confio mais nas pessoas do que desconfio".

Livro com Anamara
Indicado ao paredão pela líder Anamara, Aslan não acha que o fato de ter falado mal dela na casa - durante a festa do último sábado, quando a própria baiana assistia a tudo pela TV no cômodo à parte da casa, ele disse que ela causou a própria rejeição, achando que ela tinha saído de verdade do programa - atrapalhou sua permanência na casa.

"Eu não falei da Anamara. Mas sabe quando você está com seus amigos e fala de uma situação específica? Foi isso, foi uma coisa muito simples que aconteceu. Ela, olho no olho, é uma pessoa muito boa. Mas o comportamento dela é bem compreendido por quem a conhece aqui de fora. Mas se não ficou claro lá dentro, quero deixar claro agora que está tudo bem e que vamos ser amigos" garante o agora ex-brother, que segue firme no projeto que pretende assinar com Anamara "Vamos fazer um livro sobre mulheres que são agredidas pelos maridos. Minha mãe e a mãe dela passaram por isso, eu e ela temos isso em comum".

Aslan diz não guardar rancor de ter sido indicado pela baiana "Acho que eu ter dito que não estava lá pelo R$ 1,5 milhão me comprometeu mais do que a própria indicação dela. Porque eu falei isso mesmo! O que ela falou que eu falei foi verdade. Eu nem sei o que eu faria com R$ 1,5 milhão".

Comparações
Gay assumido - ele e o marido, o médico Arthur, protagonizaram um beijo logo na estreia do “BBB13” - e intelectual, Aslan quando entrou na casa talvez até poderia ser comparado a Jean, vencedor do “Big Brother 5” e que atualmente segue carreira política. Sobre isso, o pernambucano garante: "Não pensei nisso, não. Mas acho interessante o programa considerar deslocar pessoas tão diferentes para viverem juntas. Eu tenho um perfil político e um perfil artístico também, temos essas várias frentes em comum. Mas ao contrário do Jean, eu não senti homofobia dentro da casa em nenhum momento. Aliás, homofobia zero!".

E sobre homofobia zero, Aslan ainda fala de Dhomini. Os dois tiveram um atrito na casa por causa de uma brincadeira do goiano "Foi uma brincadeira que ele fez que eu virei e falei: “Respeito!”. Ele disse que era só uma brincadeira, e eu falei que brincadeira com respeito é ainda melhor. Mas foi só isso. Até quando ele estava no paredão com a Anamara ele falou que gostaria de ter uma segunda chance comigo. De minha parte, tudo foi resolvido na hora mesmo, lá dentro".
 
Encontre-nos no Google+