Madalena, travesti eleita vereadora passa mal durante a posse em Piracicaba, SP

Travesti, que recebeu 3.035 votos, foi levada pelo Samu a pronto-socorro.
Vestida de terno branco e com lenço azul na cabeça, vereadora teve ânsia.


Por Leandro Cardoso
Madalena sofreu uma indisposição e precisou receber atendimento médico (Foto: Leandro Cardoso)Madalena sofreu uma indisposição e precisou receber atendimento médico (Foto: Leandro Cardoso)
A líder comunitária Madalena (PSDB), de 57 anos, primeira travesti eleita vereadora em Piracicaba (SP), foi à posse nesta terça-feira (1º) de terno branco, como sonhava, mas não pôde ficar até o final da solenidade, realizada no salão nobre da Câmara. Vítima de indisposição, Madalena foi levada por uma viatura do Samu até o pronto-socorro do Piracicamirim, onde permanece sob cuidados médicos.

Viatura do Samu levou Madalena para unidade de saúde em Piracicaba (Foto: Leandro Cardoso)Viatura do Samu levou Madalena para unidade de
saúde em Piracicaba (Foto: Leandro Cardoso)
Madalena começou a passar mal por volta das 11h. Vestida de terno branco e com um lenço azul na cabeça, a vereadora deixou o salão nobre com ânsia de vômito e recebeu os primeiros atendimentos em uma sala reservada no Legislativo. Como o mal-estar não passou, a equipe de socorristas decidiu transferir Madalena para a unidade de saúde.

Por conta da internação, a vereadora não assinou o termo de posse, o que deve acontecer em outro momento. De acordo com Iára Sendin, chefe de enfermagem do Samu de Piracicaba, a pressão arterial de Madalena estava em 14 por 9. O índice é considerado um pouco elevado. Madalena teve 3.035 votos, o segundo melhor desempenho do PSDB na eleição.

 
Encontre-nos no Google+