Filha de Raúl Castro promete aprofundar cruzada contra homofobia

Mariela quer legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Ela também é diretora do Centro Nacional de Educação Sexual.


Da AFP
Mariela Castro, filha do presidente cubano, Raúl Castro, conversa com jornalistas no final da reunião da nova Assembléia Nacional (Foto: AFP PHOTO/ADALBERTO ROQUE)Mariela Castro, filha do presidente cubano, Raúl Castro, conversa com jornalistas no final da reunião da nova Assembléia Nacional (Foto: AFP PHOTO/ADALBERTO ROQUE)
A sexóloga cubana Mariela Castro, filha do presidente Raúl Castro, prometeu neste domingo, em sua estreia como deputada, trabalhar com mais empenho em sua cruzada pelos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais na ilha, inclusive a legalização do casamento entre pessoas de mesmo sexo.

"Agora estou em um nível de decisão onde posso facilitar mais que aquilo pelo qual estamos lutando se materialize", afirmou a sexóloga de 50 anos e diretora do Centro Nacional de Educação Sexual (Cenesex).

"Continuarei fazendo meu trabalho educativo de convencer outros deputados e deputadas", porque, à medida que ia falando (...) me dou conta de que há uma maior compreensão de que se faça justiça neste sentido", destacou a deputada, que afirmou, em maio passado, que seu pai apoiava a legalização das uniões entre pessoas de mesmo sexo.

 
Encontre-nos no Google+