'Não fui para jogar, fui para viver e amar', diz ex-BBB Aslan Cabral

No 'Domingão do Faustão', Aslan Cabral fala sobre sua relação com Anamara.

Do Gay1 Entretenimento

Aslan, eliminado com 74% dos votos do BBB13 (Foto: Divulgação/TV Globo)Aslan, eliminado com 74% dos votos do BBB13 (Foto: Divulgação/TV Globo)
Aslan Cabral (33) encerrou sua participação no Big Brother Brasil 13 na última terça-feira, 29, e, apesar de não ter saído de lá com o prêmio de R$ 1,5 milhão, ele se sente satisfeito com seu desempenho. Durante sua participação no Domingão do Faustão desse domingo, 3, o ex-BBB frisou que não entrou no jogo focado no dinheiro e que não viveu um personagem dentro da casa.

“Não fui para jogar, fui para viver e amar”, disse ao apresentador Fausto Silva (62). “Me preparei para ser eu mesmo lá dentro, tanto que meditava todo dia pra não perder o eixo. Lá é uma grande arena e entrei com a expectativa de ser eu mesmo. E no tempo que permaneci lá eu consegui fazer isso”.

O artista plástico foi indicado ao paredão pela líder Anamara (28), com quem teve alguns desafetos. Porém, ele garante que não guarda ressentimentos e ainda diz que compreendeu os argumentos da colega de confinamento na hora de mandá-lo para a berlinda. “Todas as vezes que tive problemas com ela, sentei e conversei. Aceitamos um ao outro como somos e gostaria que vocês aceitassem isso também. Achei os argumentos dela muito convincentes, ela usou exatamente a frase que eu tinha justificado, sem distorcer nada. De fato, eu não estava ali pelo milhão, mas sim para comunicar sobre a arte, cultura e benefícios para o Brasil. Não estava lá pelo 1 milhão, que seria um benefício só pra mim”.

Por não acompanhar as outras edições do BBB, Aslan não criou muitas expectativas. “Nunca fui maníaco pelo reality, então não tinha ideia das eliminações e pressões. Minha expectativa era zero e, por passar por uma série de seleções, nunca imaginei que fosse ser aprovado e muito menos pensei que fosse ganhar”. E acrescentou, justificando o fato de ter defendido a homossexualidade na produção: “Sei que é um tema que acaba causando algum tipo de brutalidade, mas desde que eu soube que estava sendo sondado, soube que iria agir da mesma forma que ajo aqui fora. A minha postura em relação a hossexualidade também é uma questão política, da mesma forma que trazer isso para o Faustão é uma atitude política”.

Ao contrário da maiorias dos ex-participantes, Aslan não quer seguir a carreira artística, mas sim no caminho das artes plásticas. “Vou continuar os meus projetos em artes plástica, cultura e educação, vou correr atrás de patrocínios para seguir alguns projetos. Não estou focado na imagem, não quero algo superficial, quero contribuir para o Brasil”, finalizou.

O ex-BBB, que disputou a preferência do público com Marcello Soares (31), foi eliminado com 74% dos votos.
 
Encontre-nos no Google+