Clint Eastwood entra na luta pela liberação do casamento igualitário

Do Gay1 Entretenimento

Clint Eastwood participa de evento nos EUA, em março de 2010 (Foto: Getty Images)Clint Eastwood participa de evento nos EUA, em março de 2010 (Foto: Getty Images)
O ator e diretor Clint Eastwood demonstrou seu apoio a um manifesto que será entregue na quinta-feira ao Supremo Tribunal dos Estados Unidos, no qual líderes conservadores respaldam à legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Califórnia.

O texto tem como objetivo participar da decisão dos magistrados do principal tribunal americano, que neste mês avaliará a possível inconstitucionalidade da Proposta 8, uma medida aprovada em referendo em 2008, que emendava a Constituição californiana para impedir os casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

O nome de Eastwood está junto ao de mais de uma centena de pessoas, segundo o porta-voz da organização American Foundation for Equal Rights, Manny Rivera, que adiantou que a lista completa de apoios será divulgada assim que o documento for apresentado perante a Corte Suprema.

A Proposta 8 foi aprovada em novembro de 2008 coincidindo com as eleições presidenciais nos EUA vencidas por Barack Obama e anulou uma decisão anterior dos tribunais californianos, que tinham autorizado as bodas entre pessoas do mesmo sexo na Califórnia, ao afirmar que estavam amparadas pela lei.

A iniciativa foi impulsionada por grupos conservadores e religiosos, como resposta a esta decisão judicial e teve o apoio da maioria dos californianos nas urnas.

O caso foi levado até as cortes de apelações estaduais e terminou diante da Corte Suprema dos EUA, que terá que decidir se definirá se permitirá o casamento igualitário.

Está previsto que seja feita uma audiência oral na Corte Suprema para debater o tema no próximo dia 26 de março.
 
Encontre-nos no Google+