Conselho Nacional de Ética da França convoca Barton por homofobia

Paris Foot Gay, associação que combate a homofobia no futebol, denuncia caso à Liga de Futebol Profissional, que transmite o caso ao CNE.

Do Gay1 Esportes, com agências de notícias
Dakota Cochrane lutador TUF (Foto: Divulgação)Barton, meia do Olympique de Marselha: chama Thiago Silva de transexual (Foto: Divulgação)
O meia inglês Joey Barton, do Olympique de Marselha, que provocou grande polêmica na quarta-feira ao chamar de 'transexual' o brasileiro Thiago Silva, do Paris Saint-Germain, foi convocado para uma audiência em 15 de abril pelo Conselho Nacional de Ética (CNE). A Paris Foot Gay, uma associação que luta contra a homofobia no futebol, denunciou o caso à Liga de Futebol Profissional (LFP), que transmitiu o caso ao CNE.

A diretoria do Marselha anunciou em nota oficial na noite de quarta-feira que exigiu de Barton o fim da polêmica: "Olympique de Marselha e Joey Barton apresentam suas desculpas a Thiago Silva e a seu clube pelas palavras do jogador inglês nas redes sociais nas últimas 36 horas".

O Paris Saint-Germain denunciou o ataque do inglês ao brasileiro e destacou também em nota oficial que supera uma simples disputa verbal. "Thiago Silva e o Paris Saint-Germain se reservam o direito de apresentar a ação (na Justiça) que consideram necessária".

Barton passou vários dias atacando o brasileiro ('supervalorizado', 'gordo'), mas na quarta-feira foi ainda mais agressivo no Twitter ao escrever: "Duas perguntas para Thiago Silva. Primeiro, por quê fala de mim na entrevista coletiva antes do PSG-Barça? Estranho. Depois, quando vai operar? #transexual".

O inglês já havia provocado polêmicas com Neymar: "Neymar é o Justin Bieber do futebol. Brilhante no YouTube, mas um xixi de gato na realidade", escreveu no Twitter, utilizando uma expressão inglesa para mostrar o que pensa do brasileiro.

 
Encontre-nos no Google+