É difícil que gays sejam aceitos no mundo do rap, diz Snoop Lion

Em entrevista ao The Guardian, músico argumenta que o seu meio é 'muito masculino'.

Do Gay1 Entretenimento

Segundo Snoop Dogg, o mundo do rap é como um 'vestiário cheio de machões' (Foto: Reuters)Segundo Snoop Dogg, o mundo do rap é como um 'vestiário cheio de machões' (Foto: Reuters)
O rapper Snoop Lion, que antes se chamava Snoop Dogg, acha difícil que em algum dia a homossexualidade seja aceitável no mundo do rap. A declaração foi feita ao jornal The Guardian. "É como um time de futebol. Você não pode estar em um vestiário cheio de machões e de repente dizer: 'Ei, cara, eu gosto de você'. Vai ser difícil", comparou o músico.

O que dizer, então, do elogiado músico Frank Ocean, que se assumiu homossexual no ano passado? Para Snoop Lion, isso não representa evolução alguma no meio: "Frank Ocean não é rapper. É cantor. É aceitável no mundo dos cantores, mas no mundo do rap não sei se em algum dia será aceitável, porque o rap é muito masculino."

Snoop, no entanto, afirma ser a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos e garante ser livre de preconceito. "Não tenho problema com os gays. Até tenho amigos gays", disse.
 
Encontre-nos no Google+