Uruguaios comemoram aprovação de casamento igualitário

Câmara referendou projeto por 71 votos de um total de 92 deputados.
País é o segundo latino-americano a aprovar a união por lei.


Do Gay1 Mundo
Casal comemora aprovação do projeto de lei a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Congresso (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)Casal comemora aprovação do projeto de lei a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Congresso (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)
País é agora o segundo da região a permitir o casamento igualitário, depois da Argentina (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)País é agora o segundo da região a permitir o casamento igualitário, depois da Argentina (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)
Apoiado pelo governo do presidente José Mujica, o chamado Projeto de Casamento Igualitário já havia sido votado pela Câmara dos Deputados em dezembro de 2012 (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)Apoiado pelo governo do presidente José Mujica, o chamado Projeto de Casamento Igualitário já havia sido votado pela Câmara dos Deputados em dezembro de 2012 (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)
Lei deverá ser sancionada pelo presidente José Mujica nos próximos dias (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)Lei deverá ser sancionada pelo presidente José Mujica nos próximos dias (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)
Projeto original surgiu a partir de um texto redigido pelo grupo Ovelhas Negras, que promove a discussão sobre direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)Projeto original surgiu a partir de um texto redigido pelo grupo Ovelhas Negras, que promove a discussão sobre direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)
Sessão na Câmara de Deputados começou com polêmica por causa de uma bandeira com as cores do movimento LGBT (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)Sessão na Câmara de Deputados começou com polêmica por causa de uma bandeira com as cores do movimento LGBT (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)
Após a aprovação, dezenas de ativistas comemoram a nova lei dentro do edifício onde ela foi votada (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)Após a aprovação, dezenas de ativistas comemoram a nova lei dentro do edifício onde ela foi votada (Foto: ANDRES STAPFF / REUTERS)
 
Encontre-nos no Google+