Polícia de Cabreúva, SP, ouve suspeito de ter matado travesti

Morte ocorreu há duas semanas depois da aplicação de silicone industrial. Suspeito foi liberado porque não houve flagrante.

Publicado em 08/06/13 às 16:26

Morte ocorreu há duas semanas depois da aplicação de silicone industrial. Suspeito foi liberado porque não houve flagrante.
Do Gay1 SP

A Polícia Civil de Cabreúva (SP) deteve para prestar depoimento um homem suspeito de ter matado uma travesti. A ação foi em São Paulo (SP). O homem teria aplicado silicone industrial na vítima.

Em depoimento à polícia, o suspeito contou que a aplicação nos seios da travesti durou três horas e logo depois, a vítima, de 23 anos, passou mal. A morte foi há duas semanas, mas só foi divulgada neste sábado (8).

O suspeito foi liberado porque não houve flagrante. A vítima morava em Campo Limpo Paulista (SP).
 
Encontre-nos no Google+