Minnesota e Rhode Island passam a permitir casamento igualitário nos EUA

Nesta quinta-feira (1°), 42 casais do mesmo sexo se casaram em Minnesota. Autoridades de Rhode Island já começaram a emitir licenças de casamento.

Publicado em 01/08/13 às 14:05

Da EFE

Margaret Miles (à direita) comemora com Cathy ten Broeke (a esquerda) o casamento nesta quinta-feira (1°) em Minnesota (Foto: Stacy Bengs/ AP)

Foto: Stacy Bengs/ AP

Margaret Miles (à direita) comemora com Cathy ten Broeke (a esquerda) o casamento nesta quinta-feira (1°) em Minnesota
Dezenas de casais do mesmo sexo começaram a formar filas nas Prefeituras e tribunais de Minnesota e Rhode Island, que se transformaram nesta quinta-feira (1°) no 12º e 13º estados dos Estados Unidos a conceder licenças de casamento igualitário.

O prefeito de Mineápolis, Raymond Thomas Rybak, presidiu uma cerimônia em que 42 casais do mesmo sexo se tornaram os primeiros a se casar na capital de Minnesota.

Enquanto isso, o governador de Minnesota, Mark Dayton, decretou 1º de agosto como o "Dia de Liberdade para o Casamento" no estado. Imagens de TVs locais mostravam longas filas para o primeiro casamento igualitário em Minnesota, onde as autoridades calculam que cerca de 5 mil casais do mesmo sexo solicitarão licenças de casamento apenas no primeiro ano.

Simultaneamente, em Rhode Island, as autoridades estatais também começaram a emitir as primeiras licenças de casamento para casais do mesmo sexo, direito que agora abrange toda a região da Nova Inglaterra.

Atualmente, com a inclusão de Minnesota e de Rhode Island, casamentos igualitários já são legais em mais de um quarto dos 50 estados do país, além de Washington D.C., sede da capital americana.

Segundo o grupo defensor dos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT) "Freedom to Marry", pouco menos de um terço da população americana vive em cidades e estados que permitem casamentos igualitário e que reconhecem os de outros estados.
 
Encontre-nos no Google+