Novo clube abre as portas para público LGBT em Brasília

Hög deve abrir todas quintas-feiras. Casa fica no Complexo Brasil 21 com vista para a Torre de TV e Eixo Monumental.

Publicado em 22/08/13 às 17:52

Do Gay1 DF

Foto: Divulgação

Com investimento de mais de R$ 1 milhão em estrutura, a iluminação toda em LED, que altera cores e intensidade de acordo com a pulsação da música, é assinada por Lonardi Doná.
A Capital Federal ganhou um novo clube no dia 6 de julho, data que o Hög Club abriu as portas. Mas, se depender dos donos da casa, o clube deve atender cada vez mais o público LGBT. A estreia acontece hoje, dia 22, com a festa “Hög Mix”, que conta com o DJ residente Cheekey e os convidados Tiago Vibe e André Queiroz na pick up.

Com projeto assinado pelo arquiteto Vinícius Barros, o clube conta com pista, camarote, lounges no mezanino e outros dois distribuídos ao lado da cabine dos DJs. O Hög, instalado no Complexo Brasil 21, com vista para a Torre de TV e Eixo Monumental, tem ainda três bares, sendo um exclusivo para o camarote.

Com investimento de mais de R$ 1 milhão em estrutura, a iluminação toda em LED, que altera cores e intensidade de acordo com a pulsação da música, é assinada por Lonardi Doná. A casa tem as paredes revestidas de cortinas de LED, assim como o teto que conta com cubos iluminados pela mesma tecnologia. O sistema de som é o Function One, produzido em Londres.

“Nossos maiores diferenciais são as estruturas e os serviços. Temos tecnologias exclusivas, em um espaço super novo e seguro, para que o público se sinta bastante à vontade”, conta Fernando Borges, um dos sócios da casa.

“O projeto das quintas-feiras é só um começo de um longo trabalho, queremos saber primeiro se o público irá aprovar o clube, assim teremos a certeza de investir cada vez mais nesse segmento aqui na Capital Federal”, afirma Clayson Barros, um dos produtores do projeto voltado para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Foto: Divulgação

A casa tem as paredes revestidas de cortinas de LED, assim como o teto que conta com cubos iluminados pela mesma tecnologia. O sistema de som é o Function One, produzido em Londres.
 
Encontre-nos no Google+