Obama nega boicote aos Jogos de Inverno e espera LGBTs medalhistas

Presidente dos Estados Unidos diz que acha inapropriado não participar das Olimpíadas por respeito aos americanos que vão participar do evento.

Publicado em 10/08/13 às 12:04

Do Gay1 Esportes

Obama nega que Estados Unidos irão boicotar os Jogos de Inverno (Foto: Reprodução)

Foto: Reprodução

Obama nega que Estados Unidos irão boicotar os Jogos de Inverno (Foto: Reprodução)
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se pronunciou nesta sexta-feira para dizer que o país não fará boicote aos Jogos de Inverno de 2014, em Sochi, apesar de discordar de forma veemente sobre as leis que buscam intimidar lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais na Rússia. O presidente americano ainda afirmou que deseja que atletas LGBTs conquistem medalhas nas Olimpíadas.

E se a Rússia não tiver atletas gays e lésbicas, a equipe deles ficará mais fraca"

Barack Obama, Presidente dos Estados Unidos

"Quero deixar claro que não acho apropriado boicotar as Olimpíadas. Temos muitos americanos treinando duro, fazendo o que podem por resultados. Ninguém está mais ofendido do que eu por algumas leis anti-gays e lésbicas que vocês têm visto na Rússia. Mas, como eu já disse essa semana, falei contra isso não só com respeito à Rússia, mas com relação a outros países onde discordamos fortemente nesse assunto. Espero ansiosamente que atletas gays e lésbicas tragam ouro e prata. E se a Rússia não tiver atletas gays e lésbicas, a equipe deles ficará mais fraca" disse.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional, Jacques Rogge, exigiu explicações do governo russo sobre como será implementada a lei. A Rússia terá que detalhar o impacto da legislação e dar garantias de que atletas e visitantes não serão afetados.
 
Encontre-nos no Google+