Carta de mãe para filho gay faz sucesso nas redes sociais

Mãe apoiou o fato do filho ser gay, mas indicou sua real preocupação.

Publicado em 09/09/13 às 22:43

Do GayTec

Uma carta bem-humorada, escrita por uma mãe norte-americana ao seu filho gay, se tornou a última sensação nas redes sociais. O adolescente norte-americano Zach Gibson recebeu um bilhete carinhoso da mãe, Michelle Conway McClain, após assumir sua orientação sexual através de seu perfil no Facebook, na semana passada. Ela apoiou o fato dele ser gay, mas indicou sua real preocupação: “A única coisa que me preocupa é o número de copos de refrigerante vazios e garrafas de chá em seu quarto”.

Na carta, a mãe escreveu: “Zach, eu fiquei surpresa com seu post no Facebook, no qual você revela que é gay. Eu quero que você saiba que eu te amo incondicionalmente. Eu te amo com minhas ações, não apenas com minhas palavras. Eu tenho muito orgulho de você. Você é a pessoa mais corajosa que eu conheço. Eu sempre lutarei por você. A sua orientação sexual não te define. Você continua sendo o garoto que ganhou meu coração para sempre. A única coisa que me preocupa é o número de copos de refrigerante e garrafas de chá vazias no seu quarto. Jogue-os fora antes que as formigas tomem conta. Te amo, sempre, Mamãe”.

Foto: Reprodução/Facebook

Carta escrita pela mãe apoiando o filho gay fez sucesso na internet.
A carta viralizou nas redes sociais, desde que foi divulgada na página do Facebook da campanha NOH8 (de suporte aos grupos LGBTs), no último dia 5. O adolescente deixou seu comentário sobre o assunto: “Eu não esperava tanto apoio. Eu sabia que minha mãe iria ficar bem, mas eu nunca esperei por essa carta. Eu nunca esperei que tantas pessoas a espalhassem por aí. Isso significa muito”. Até o meio-dia desta segunda-feira, a publicação da carta havia sido compartilhada mais de 37 mil vezes e recebido mais de 122 mil comentários no Facebook.

Ao site Upworthy, Michelle explicou porque decidiu deixar o bilhete: “Eu sabia que não iria ver Zach antes de eu sair do trabalho naquela manhã. Eu não queria que ele iniciasse o dia dele sem saber do meu apoio integral, apesar de eu ter certeza de que ele já sabia disso. Eu postei a carta no meu perfil no Facebook sabendo que meus amigos e familiares pensariam que isso era típico meu. Eu não tinha ideia de que a carta se tornaria uma enorme sensação na internet”.
 
Encontre-nos no Google+