Cher se recusa a abrir Jogos de Inverno na Rússia em apoio a LGBTs

Cantora revelou que recusou convite por conta do governo russo aprovar leis anti-LGBT.

Publicado em 14/09/13 às 00:50

Do Gay1 Entretenimento

Foto: Getty Images

Cher recusou o convite para abrir o show de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi.
Em entrevista à revista canadense "Macleand", Cher revelou que recusou o convite para se apresentar no show de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi por conta da maneira que o governo russo está tratando lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais com leis anti-LGBT. Cher é mãe de Chaz Bono, que é transexual.

"Eu não posso dar nomes, mas um amigo meu que é um oligarca poderoso lá me ligou e me pediu para ser embaixadora para os Jogos Olímpicos e fazer o show de abertura. Eu imediatamente recusei. Eu quero saber a razão de todo esse ódio contra os gays ter explodido por lá. Ele me disse que os russos não pensam da mesma maneira que o governo russo", declarou a cantora.

Cher falou ainda da relação com Chaz e o apoio que deu ao filho sobre sua identidade de gênero.

"Quando o Chaz me contou pela primeira vez que ela ia fazer isso e o processo teve início, eu estava morrendo de medo. Uma vez eu liguei para o Chaz e ele tinha esquecido de mudar a mensagem da secretária eletrônica e eu ouvi sua voz antiga. Isso me deixou um pouco abalada. Estas são pequenas mudanças que uma mãe nunca esquece. É o último tabu. Houve um tempo em que isso era contra a lei. Graças a Deus nós já evoluímos tanto", contou.

 
Encontre-nos no Google+