Neonazistas detidos em Niterói tiveram ligação com morte de Alexandre Ivo

Na época, colega relatou ameaça feita por grupo de skinheads do município. Jovem de 14 anos foi encontrado num terreno baldio, com marcas de espancamento e tortura.

Publicado em 03/09/13 às 22:03

Do Gay1 RJ

Foto: Ana Paula Santos/TV Globo

Um grupo de sete jovens neonazistas foi detido por guardas municipais por agredirem um nordestino no Centro de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, na manhã do último sábado (27). A polícia confirmou a prisão de seis deles, incluindo uma mulher, e a apreensão de um menor. Pedestres acionaram os agentes quando viram o grupo indo em direção à vítima com facas e um taco de beisebol. O grupo é grande, tem mais gente em São Gonçalo, em Niterói e no Rio. Deve ter mais uns 18 deles em São Gonçalo e agem há muito tempo. Em 2010, eles espancaram até a morte o adolescente de 14 anos Alexandre Thomé Ivo Rajão, Na época, colega relatou ameaça feita por grupo de skinheads do município, jovem foi encontrado num terreno baldio, com marcas de espancamento e tortura. "Alguns foram presos, mas outros continuam agredindo as pessoas" diz a delegada adjunta da 77ª DP (Icaraí), Helen Sardenberg, que registrou o caso. Ela também informou que os jovens vestiam camisas com inscrições de um grupo neonazista e tinham tatuagens com o símbolo da suástica.
 
Encontre-nos no Google+