Papa é único revolucionário da Itália, diz cineasta gay

O cineasta turco-italiano Ferzan Ozpetek elogiou Francisco.

Publicado em 27/09/13 às 08:53

ANSA

O cineasta turco-italiano Ferzan Ozpetek, que é gay, elogiou o papa Francisco dizendo que ele é "o único revolucionário da Itália".

"Aprovando ou não o mundo gay, não me importa. É um homem que fala com a gente, sobre problemas verdadeiros. Espero que algum político o copie, mas isso não acontecerá", destacou. A declaração foi feita em paralelo à abertura do III Festival Turco de Roma, que acontece até domingo.

Foto: Getty Images

Ferzan Ozpetek fez declaração na abertura do III Festival Turco de Roma.
 
Encontre-nos no Google+