16ª Parada do Orgulho LGBTS de Brasília reúne 50 mil no Eixão Sul

Por alguns minutos a chuva tentou roubar a cena. Mas ao final um belo arco-íris coloriu o céu dando mais força ao movimento.

Publicado em 07/10/13 às 22:29

Do Gay1 DF

Foto: Hernanny Queiroz/Gay1

A Parada do Orgulho LGBTS de Brasília é o maior ato de Direitos Humanos do Distrito Federal.
Embora tenha atrasado o início da 16ª Parada do Orgulho LGBT de Brasília, a chuva não afastou a centenas de pessoas que já se concentravam na 112 Sul. O evento seguiu no Eixão, sentido Rodoviária, onde tradicionalmente acontece o ápice da Parada que este ano não teve a tradicional volta na rodoviária. Segundo a organização e a policia militar, 50 mil pessoas participavam da caminhada. De acordo com o tenente Firmo, oficial responsável pelo policiamento, as únicas ocorrências são de furtos de aparelhos celulares.

Durante o percurso, foram feitos discursos em prol da família, tema desta edição. O deputado federal Marcos Feliciano foi vaiado e houve a participação de políticos como a Maninha, Toninho do PSol e a deputada federal Erica Kokay.

Por alguns minutos a chuva tentou roubar a cena. Os participantes se dispersaram em busca de abrigo debaixo dos prédios, mas ao final um belo arco-íris coloriu o céu dando mais força ao movimento. “É a primeira vez em anos que chove durante uma parada. Estamos aqui para lembrar ao governador Agnelo que essa força também vota. Cobramos pela lei contra a homofobia”, destaca Wilton Trindade.

A drag queen Rafaela Brum dedicou horas de sua tarde para montar sua fantasia. Toda de rosa, ela chamou atenção. “Brasília está rosa em homenagem as mulheres, e eu também”, conta.

 
Encontre-nos no Google+