Adolescente gay de 17 anos é morto com pedradas na cabeça em Pernambuco

Família diz que garoto era calmo e não tinha envolvimento com drogas e desconfia de homofobia.

Publicado em 01/11/13 às 20:55

Do Gay1

Foto: Reprodução/Facebook

Eduardo Sousa tinha 17 anos e era cabeleireiro.
Um adolescente de 17 anos, encontrado morto em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, na quinta (31), foi enterrado na tarde desta sexta (1º). O sepultamento ocorreu no cemitério do município. O corpo do jovem foi achado sem roupas e com ferimentos na cabeça – pareciam tijoladas ou pedradas segundo o mecânico Emerson do Carmo, uma das primeiras testemunhas a chegar ao local. O crime aconteceu atrás de uma galeria que está sendo construída na Rua Almirante Tamandaré, no centro do município.

A Polícia Civil e o Instituto de Medicina Legal (IML) chegaram rápido ao local, mas foi preciso chamar o tio do rapaz para reconhecer o corpo, uma vez que havia muitos ferimentos. A vítima morava no bairro de Pixete, em São Lourenço, com a família. Os parentes dizem não ter ideia do motivo do crime, mas suspeito de homofobia, já que o adolescente era gay. Segundo as avós e tias, o menino era tranquilo, não tinha envolvimento com drogas e ultimamente não estava trabalhando. Elas também disseram que não se tem notícia de nenhum desafeto dele.

O caso será apurado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML).
 
Encontre-nos no Google+