Vanessa Selbst: jogadora de poker profissional e militante LGBT

Jogadora pediu sua namorada em casamento antes do torneio para ter sorte extra.

Publicado em 27/11/13 às 22:33

Por Mateus Dutra

Foto: Divulgação/Neil Stoddart

Vanessa Selbst já venceu o Partouche Poker Tour que lhe rendeu a maior premiação de sua carreira.
Vanessa Selbst é uma das melhores jogadoras de poker do mundo. A americana já ganhou mais de 7 milhões de dólares durante a carreira, iniciada há cerca de 10 anos. Ela começou em salas de poker online como a do FullTiltPoker e progrediu até ser membro profissional da equipe de um dos maiores sites de poker online da atualidade.

Conquistou seu primeiro título no WSOP (World Series of Poker) 2008, onde competiu com mais de 700 adversários. De lá para cá já venceu outros sete torneios, incluindo o Partouche Poker Tour que lhe rendeu a maior premiação de sua carreira, com mais de 1,8 milhão de dólares.

Vanessa afirma que nunca enfrentou nenhum preconceito por ser uma jogadora lésbica, mas sim por ser mulher. Ela explica que ainda hoje deixa de ser convidada para alguns torneios porque os organizadores querem que seja exclusivamente masculino. Não consta nas regras, mas é assim que funciona.

Em janeiro deste ano a jogadora pediu sua namorada Miranda em casamento, antes do torneio Super High Roller, e declarou que assim teria sorte extra. Ela venceu o torneio, levou mais de 1 milhão de dólares para casa e se tornou a mulher mais premiada da história dos torneios de poker.

Juntas desde 2009, Vanessa e Miranda viajavam para os torneios de poker sempre que as agendas permitiam e se mudaram várias vezes nos EUA, até se firmarem em Nova Iorque, onde o casamento aconteceu em agosto.

Vanessa é formada em Direito na Universidade Yale e é engajada não apenas na luta pelos direitos LGBT, mas também por justiça social, igualdade econômica e direitos humanos.

Foto: Divulgação/Ryan Brenizar

Vanessa e Miranda moram em Nova Iorque, onde o casamento aconteceu em agosto.
 
Encontre-nos no Google+