Ex-jogador da seleção alemã sai do armário

Hitzlsperger quer levar adiante o debate sobre direitos LGBT no esporte.

Publicado em 08/01/14 às 23:34

Do Gay1 Esportes

Foto: Joerg Sarbach/AP

Thomas Hitzlsperger em foto de 2009, quando defendia a seleção da Alemanha.
O ex-jogador Thomas Hitzlsperger, que tem passagem marcante pela seleção alemã, anunciou nesta quarta-feira que é gay. O volante jogou 52 vezes pela Alemanha e marcou seis gols, tendo representado seu país na Copa das Confederações de 2005, na Copa do Mundo de 2006 e na Eurocopa de 2008.

De acordo com Hitzlsperger, de 31 anos, campeão alemão pelo Stuttgart em 2007, com passagens pelo futebol inglês (Aston Villa, West Ham e Everton), sua intenção é levar para frente a discussão sobre direitos LGBT dentro do esporte.

"A homossexualidade não é um assunto sério para discussão na Inglaterra, Alemanha ou Itália, ao menos não dentro do vestiário" comentou o ex-jogador.

"Estou expressando a minha orientação sexual porque quero promover o debate sobre a homossexualidade entre os atletas profissionais. Nunca tive vergonha de ser do jeito que sou".

Hitzlsperger disse que agora era o momento ideal para abordara o tema. Tem quatro meses que o jogador se aposentou. O alemão disse que este é um tema "ignorado". Ele é o primeiro atleta do país a assumir que é gay.

O ex-jogador reconheceu que foi difícil de lidar com seus companheiros de clube.

"Pensem nisso. Havia 20 homens jovens sentados em uma mesa conversando. A maioria das coisas que se diz, as piadas mais ou menos engraçadas e o absurdo sobre os homossexuais não me insultavam".

Colega de Hitzlsperger na seleção alemã, o atacante Lukas Podolski apoiou a decisão do antigo companheiro de time.

"Uma decisão valente e correta. Meu respeito a Thomas Hitzlsperger. Sua declaração é um importante reflexo desta época" disse o atacante, por meio de sua conta no Twitter.
 
Encontre-nos no Google+