Fãs de Lady Gaga fazem Flash Mob no DF contra o bullying homofóbico

Recentemente a cantora impediu o suicídio de um adolescente brasileiro por meio de postagens em sua mídia social.

Publicado em 30/01/14 às 01:50

Gay1

Foto: Reprodução/Facebook

O grupo Haus Of Little Monsters Brazil irá realizar no sábado, o 1° Flash Mob Contra o Bullying e a Homofobia
Com a proposta de alertar governantes e sociedade civil sobre a importância do combate ao bullying e à homofobia, o grupo Haus Of Little Monsters Brazil irá realizar no dia 1° de fevereiro (sábado), o 1° Flash Mob Contra o Bullying e a Homofobia, na área externa do Museu Nacional da República. Na volta às aulas, o primeiro fã clube nacional de Lady Gaga voltado para ações sociais no Brasil também irá homenagear little monsters (fãs da cantora) que foram vítimas de preconceito. Recentemente, a Mother Monster (como Gaga é chamada), impediu o suicídio de um adolescente brasileiro por meio de postagens em sua mídia social exclusiva, olittlemonsters.com.

Criado em outubro passado por fãs brasilienses da "dona do vestido de carne", o grupo Haus Of Little Monsters Brazil (HLMB) tem unido fãs de Lady Gaga em todo o país por meio da internet. Em consequência disso, muitas denúncias de preconceito e tentativas de suicídio tem preocupado o fã clube. Segundo Clarice Gulyas, representante da HLMB, pelo menos uma vez por semana um jovem ligado ao fã clube é agredido física ou verbalmente, principalmente em casa ou na escola.

"Em tão pouco tempo de organização, já ajudamos a tirar a ideia do suicídio de pelo menos três jovens, em sua maioria, homossexuais que não são aceitos em casa. Já o bullying, geralmente tem seus maus exemplos em casa e são estendidos à escola, onde os professores nem sempre estão preparados para lidar com vítimas e agressores. Nosso grupo não é só um fã clube, mas uma base de união e apoio mútuo", afirma Gulyas, também representante dos movimentos Bruna Pela Vida e Quero Mudar Brasília.

Foto: Reprodução/Facebook

Ensaio Flash Mob Contra o Bullying e a Homofobia.
Dança sincronizada
Para o Flash Mob (dança coletiva e sincronizada), o grupo reserva a abertura com Born This Way, depois Applause (do atual CD de Gaga) e Judas. Também selecionou vídeos de Lady Gaga fazendo discursos em prol dos direitos LGBT e da superação pessoal em apresentações em geral, inclusive, no Brasil. Após a apresentação, outras músicas de Gaga serão remixadas pela DJ Maya Muchacha Loca, conhecida na cena candanga e que abriu mão do cachê para participar do evento. Vídeos com as coreografias e discursos da cantora americana poderão ser acessados pelo blog: www.hauslmbrazil.blogspot.com.

Foco no DF
Para Lucas Yukin, representante do fã clube Lady Gaga Brasília, unidade regional da HLMB no DF, esse tipo de organização e atuação, inédita entre fã clubes em geral, tem impactos não só para quem participa diretamente das ações, mas para a população em geral. O grupo brasiliense soma atualmente mais de 1,4 mil pessoas em sua página oficial no Facebook.

"Iremos colocar em prática nossas lutas, que serão voltadas para causas sociais com o intuito de ajudar o próximo. Também é de nossa vontade aproximar os fãs, em sua maioria pessoas entre 14 e 20 anos, aconselhando em relação a conduta familiar e aceitação de si mesmos, sempre fundamentados na expressão Born This Way, criada por Lady Gaga", promete.

Serviço:
1° Flash Mob Contra o Bullying e a Homofobia
Data: 1° de fevereiro (sábado)
Hora: 15h
Local: área externa do Museu Nacional da República
Classificação: livre (menores de idade devem estar acompanhados de pais ou responsáveis)
Mais informações: www.hauslmbrazil.blogspot.com

 
Encontre-nos no Google+