Globo já estuda criar programa para público LGBT, diz colunista

Uma das ideias se trata de uma espécie de variação do programa "Amor & Sexo".

Publicado em 18/03/14 às 11:49

Do Gay1 Entretenimento

Foto: Reprodução

Felix e Niko se beijaram na novela "Amor à Vida".
Para uma emissora que proibiu beijo dramatúrgico entre gays durante mais de 20 anos, até que a Globo de repente progrediu no tempo e se tornou "moderninha". Se dizendo "atenta ao momento da sociedade", a emissora mostrou nos últimos meses beijo entre dois homens em novela, beijo entre duas mulheres em reality show e novela, e agora prepara mais um passo: um programa dedicado especificamente ao público LGBT.

Segundo o jornalista Ricardo Feltrin do UOL, não se trata de um projeto para ir ao ar imediatamente, mas para ser viabilizado em 2015 ou, no máximo, 2016. Uma das ideias em gestação trata de uma espécie de variação do programa "Amor & Sexo", apresentado por Fernanda Lima.

As questões envolvendo sexualidade, bem como convidados, seriam sempre pautadas pela temática LGBT. Outra ideia seria a criação de um reality show mostrando a rotina de casais do mesmo sexo convivendo (nos moldes de "A Família Ousborne", da MTV).

Uma outra ideia seria incluir em tal programa um quadro em que personalidades nacionais, bem como telespectadores comuns, sairiam do armário e assumiriam sua orientação em público.

O projeto prevê que o programa comece a ser exibido no eixo Rio-São Paulo, dependendo da reação, e só depois migre para rede nacional.

Esse programa teria também artistas convidados a cantar ou se apresentar. Em comum, todas e todos teriam que ser lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais ou que tivessem LGBTs como público principal.

Se um grupo defende a criação da atração, outro prefere que a emissora "saia do armário" como vem fazendo: passo a passo.

Daí a ideia de que, antes de ter um espaço exclusivo, o programa vire algum quadro fixo de "Amor & Sexo", de Fernanda.
 
Encontre-nos no Google+