Jason Collins, primeiro LGBT assumido da NBA, se aposenta aos 35 anos

Pivô se disse feliz por fazer parte da luta pelos direitos LGBT.

Publicado em 20/11/14 às 11:25

Do Gay1 Esportes

Foto: AP

Jason Collins vestiu a camisa do Brooklyn Nets na temporada passada da NBA.
O pivô Jason Collins, primeiro LGBT assumido a disputar uma partida numa das grandes ligas americanas, a NBA, anunciou que vai se aposentar aos 35 anos, depois de defender o Brooklyn Nets na temporada passada. Sem time desde então, ele optou por deixar as quadras, e se disse feliz por fazer parte da luta pelos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. A revelação foi feita numa carta exclusiva publicada pela revista “Sports Illustrated”.

"É maravilhoso fazer parte dessas quebras de tabus para o esporte e para os direitos dos gays e ser elogiado pelo público, técnicos, jogadores, Liga e a pela história. Ainda não existem jogadores abertamente gays na NFL, NHL ou Major League Baseball. Mas acreditem: eles existem. Todo time profissional tem eles. Eu conheço alguns pessoalmente" destacou.

Apesar de esperar que chegue o dia em que nenhum atleta LGBT terá medo de assumir sua orientação sexual ou identidade de gênero, o jogador ressalta que esse dia ainda não chegou e a luta precisa continuar.

"Quando chegarmos ao ponto em que o atleta gay não conviva mais com o medo de chamar atenção dos tabloides e companheiros, quando chegarmos ao ponto onde ele joga enquanto outros esperam, quando chegarmos ao ponto em que ele não ficará com medo de esconder quem realmente é e viver uma vida autêntica, aí sim assumir não terá tanta importância. Mas não estamos lá ainda" contou.

No currículo, Jason Collins tem passagens por Grizzlies, TImberwovles, Wizards, Hawks e Celtics, e nos 13 anos de carreira na NBA atingiu médias de 3,6 pontos e 3,7 rebotes por partida.
 
Encontre-nos no Google+