Irmãos dizem ter sido agredidos por seguranças em boate LGBT no Rio

Rodrigo e Rogério Rocha afirmam que agressão ocorreu dentro de boate. Com hematomas no rosto, ambos foram encaminhados para exame.

Publicado em 05/01/15 às 19:02

Do Gay1 RJ*

Foto: Fábio Gonçalves/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

Irmãos gêmeos dizem ter sido agredidos por segurança de boate LGBT no Centro do Rio.
Com hematomas no rosto, os irmãos gêmeos Rogério e Rodrigo Rocha estiveram na manhã deste domingo (4) na 5ª DP (Gomes Freire) para denunciar que teriam sido agredidos por seguranças de uma boate LGBT no Centro do Rio. A confusão teria acontecido no sábado (3).

Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado como lesão corporal e as investigações estão em andamento para apurar o fato. As vítimas foram encaminhadas para exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML). Ainda segundo a polícia, diligências estão sendo realizadas em busca de imagens de câmeras de segurança para identificar os supostos autores da agressão.

De acordo com as vítimas, as agressões teriam acontecido durante a madrugada, dentro do Scala Rio, na Avenida 13 de maio, no Centro do Rio, onde ocorre todos os sábados a Pipper Club, uma festa para o público LGBT.

Na próxima semana, segundo policiais da 5ª DP, serão intimados a prestar depoimento o dono da boate e os seguranças para que deem sua versão do caso.

* Com informações do Estadão Conteúdo
 
Encontre-nos no Google+