Ministério Público do DF intima dois palestrantes por pregarem suposta ‘cura gay’

Eles ministram o curso ‘Homossexualismo: ajudando, biblicamente, a tratar aqueles que desejam voltar ao padrão de Deus’.

Publicado em 23/01/15 às 16:47

Do Gay1

Foto: Reprodução

Folheto de curso promete suposta ‘cura gay’: palestrantes são intimados a depor.
O Núcleo de Enfrentamento à Discriminação do Ministério Público do Distrito Federal intimou para depor, nesta sexta-feira, dois palestrantes que ministram um curso para líderes espirituais com ensinamentos sobre uma suposta “cura gay”. O curso, que dura uma semana e se encerra nesta sexta-feira, se chama “Homossexualismo: ajudando, biblicamente, a prevenir e tratar aqueles que desejam voltar ao padrão de Deus para sua sexualidade”. Os autores da palestra intimados são Claudemiro Soares, especialista em políticas públicas, e o teólogo Airton Williams.

Claudemiro se diz um ex-gay, e relata sua experiência no livro “Homossexualidade masculina: escolha ou destino? A atração pelo mesmo sexo e as abordagens terapêuticas para a mudança de orientação sexual”. O livro, segundo ele, é um compilado científico sobre o tema.

A intimação se deu na noite de quinta-feira. O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) citou a realização do curso nas suas redes sociais e anunciou que faria uma denúncia ao Ministério Público. O parlamentar classificou o curso como um charlatanismo de fundamentalistas religiosos.
 
Encontre-nos no Google+