'Minhas letras falam de aceitação' diz Rico Dalasam no Encontro com Fátima

Cantor vem ganhando destaque na cena musical como o primeiro rapper fora do armário.

Publicado em 02/02/15 às 18:12

Do Gay1 Entretenimento

Foto: Reprodução/TV Globo

Rico Dalassam primeiro rapper assumidamente gay.
O rap sempre teve relação com o combate ao preconceito, e agora tem um forte representante LGBT: Rico Dalasam vem ganhando destaque na cena musical como o primeiro rapper gay assumido. O artista conta com o apoio de nomes importantes da cena do hip-hop, como Projota e Karol Conká. O jovem, que teve que lutar contra dois tipos de preconceito: o racial e o sexual, contou no palco do Encontro com Fátima, TV Globo, que as letras de suas músicas servem para combater essa situação.

“Tenho orgulho de ser negro, isso você vai construindo dia após dia. Depois construí o orgulho de ser gay. Precisamos construir e estabelecer esse novo senso para que a vida seja mais prática para um monte de gente. O rap, o hip-hop são fotos 3x4 da cultura brasileira. Como em qualquer outro meio, têm pessoas a serem educadas a aprender a lidar com a diversidade. Minhas letras falam de aceitação. Quando falo de amor, falo de amor entre dois caras”, conta.

 
Encontre-nos no Google+