Morre garoto de 14 anos que foi espancado na escola por ter pais gays

Os pais da vítima registraram um boletim de ocorrência. O pai disse que pretende processar o Estado.

Publicado em 09/03/15 às 21:26

Do Gay1

Foto:

Peterson Ricardo de Oliveira estava em coma no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo.
Morreu, hoje à tarde, Peterson Ricardo de Oliveira, de 14 anos, após ter ficado 4 dias em coma depois de uma confusão na porta do colégio em que estudava. O motivo teria sido por Peterson ser filho de um casal de gays.

Quatro horas depois da briga, o adolescente passou mal. O delegado informou que não se pode afirmar com certeza se o mal-estar de Peterson tem relação direta com a confusão.

Um dos pais do menino, Márcio Nogueira, disse ao site R7 que “não sabia que o filho sofria preconceito por ser filho de um casal homossexual, e que decidiram divulgar o que aconteceu para que isso não se repita com outras crianças”.
 
Encontre-nos no Google+